Total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Lição 2 - Ética Cristã e Ideologia de Gênero

 Aula Presencial dia 08 de abril de 2018 


Estimado professor,   acredito que já tenha percebido que nosso SLIDE semanal traz uma abordagem DETALHADA de todos os pontos abordados na lição. É um resumo da lição fazendo uso de uma metodologia moderna de ensino,  tornando-o mais eficiente e efetivo. Aplica-se ao conteúdo da lição, ilustrações com figuras relacionadas com cada tópico a ser ensinado.  Faça bom uso !  Baixe o Slide no formato desejado, Tenha liberdade de cortar, alterar e adicionar conteúdo. Não deixe de Divulgar e Compartilhar nas Redes Sociais !











OBJETIVOS GERAL
Justificar a gravidade da Ideologia de Gênero na educação

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
1 - Explicar Ideologia de Gênero;
2 - Arrazoar a respeito das consequências da Ideologia de Gênero;
3 - Mostrar o ideal divino quanto aos sexos.

  TEXTO ÁUREO 
"E criou Deus o homem à sua imagem;
à imagem de Deus o criou; macho e 
fêmea os criou." (Gn 1.27)

VERDADE PRÁTICA 
A doutrina da criação do ser humano revelada nas Escrituras
Sagradas, em que a distinção dos sexos é o padrão,
não pode ser relativizada.

 PONTO CENTRAL 
Apesar do "espírito" relativista de nosso tempo,
a Palavra de Deus não muda.

HINOS SUGERIDOS DA HARPA CRISTÃ

75 - Em Jesus Tens a Palma da Vitória

133 - No Rol do Livro

490 - Passando está



Isaías 5:18-24
18 Ai dos que puxam a iniquidade com cordas de vaidade, e o pecado com tirantes de carro!
19 E dizem: Avie-se, e acabe a sua obra, para que a vejamos; e aproxime-se e venha o conselho do Santo de Israel, para que o conheçamos.
20 Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!
21 Ai dos que são sábios a seus próprios olhos, e prudentes diante de si mesmos!
22 Ai dos que são poderosos para beber vinho, e homens de poder para misturar bebida forte;
23 Dos que justificam ao ímpio por suborno, e aos justos negam a justiça!

24 Por isso, como a língua de fogo consome a palha, e o restolho se desfaz pela chama, assim será a sua raiz como podridão, e a sua flor se esvaecerá como pó; porquanto rejeitaram a lei do SENHOR dos Exércitos, e desprezaram a palavra do Santo de Israel.


Segunda-Feira –  Salmos 1.1,2 
Os cristãos não andam segundo o mundo     
1 : 1  Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
1 : 2  Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.

Terça-Feira –  Romanos 15.4 
As Escrituras servem ao nosso aprendizado 
15 : 4  Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança.
  
Quarta-Feira –  2Tm 3:16,17 
A Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para a boa conduta 
3 :  16  Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;
3 :  17  Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Quinta-Feira –   Salmo 100.5 
A verdade do Senhor é imutável e dura de geração a geração
100 : 5  Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração.

Sexta-Feira –  1 Pedro 1:15 
Os seguidores de Cristo foram chamados para ser 
santos em toda a esfera da vida
1 : 15  Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;

Sábado –  Apocalipse 1.3 
Bem-aventurados os que leem, escutam e guardam a Palavra de Deus        
1 : 3  Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.




IMPORTANTE
Apresento neste BLOG os comentários como 
professor de EBD em cima dos tópicos da Revista do Aluno 
NÃO APRESENTAREI O CONTEÚDO COMPLETO DA REVISTA DO PROFESSOR
TENHA SUA REVISTA EM MÃOS E FAÇA UM BOM ESTUDO !





                                                   
INTRODUÇÃO
Teorias sociais, que nascem em laboratórios de ciências sociais das principais universidades do mundo, ensinam que as diferenças entre os sexos são resultados da relação histórica de opressão e preconceito entre homem e mulher. A este entendimento dá-se o nome de "ideologia de gênero". Os defensores deste conceito promovem a inversão de valores e afrontam os princípios cristãos. Apesar de cada época apresentar desafios diferentes à fé cristã, as Escrituras advertem aos cristãos o viver em santidade em todas as épocas e culturas (1Pe 1.15, 23-25)

I - A IDEOLOGIA DE GÊNERO  

1. Definição de Ideologia.
O termo foi desenvolvido pelo francês Destutt de Tracy (1758-1836). O conceito foi amplamente usado pelos alemães Karl Marx e Fredrich Engels, autores do Manifesto Comunista (1848). A palavra é composta pelos vocábulos grego eidos, que indica "ideia", e logos com o sentido de "raciocínio". Assim, ideologia significa qualquer conjunto de ideias que se propõe a orientar o comportamento, a maneira de pensar e de agir das pessoas, seja individual, ou seja socialmente. Em sentido amplo, a ideologia se apresenta como o que seria ideal para um determinado grupo.

2. Ideologia de Gênero.
A palavra "gênero" tem origem no grego genos e significa "raça". Na concepção da Lógica, o termo indica indica "espécie". Usualmente deveria indicar o "masculino" e o "feminino", como ocorre na Gramática. Nesse sentido, a expressão é inofensiva; porém, na sociedade pós-moderna tal significado é relativizado e distorcido em "ideologia de gênero". Essa ideologia também é conhecida como "ausência de sexo". Esse conceito ignora a natureza e os fatos biológicos, alegando que o ser humano nasce sexualmente neutro. Os ideólogos afirmam que os gêneros - masculino e feminino - são construções histórico-culturais impostas pela sociedade.

3. Marxismo e Feminismo como fonte dessa ideologia.
Nos escritos marxistas a ideologia deixa de ser apenas "o conhecimento das ideias" e passa a ser um "instrumento" qu assegura o domínio de uma classe sobre outra. O marxismo exerceu forte influência no feminismo, especialmente o livro "A origem da família, a propriedade privada e o Estado" (1884), onde a família patriarcal é tratada como sistema opressor do homem para com a mulher. Desse modo a ideia central do conceito de gênero nasceu com a feminista e marxista Simone de Beauvoir autora da obra "O Segundo Sexo" (1949), onde é afirmado que "não se nasce mulher, torna-se mulher". Assim, do contexto social marxista, que deu origem à "luta de classes", surgiu a ideologia culturalista como sendo "luta de gêneros", ou seja, uma fantasiosa "luta de classes entre homens e mulheres". Nesse aspecto, a ideologia de Gênero pretende desconstruir os papéis masculinos e femininos na sociedade atual.

II - CONSEQUÊNCIAS DA IDEOLOGIA DE GÊNERO  

1. Troca de papéis entre homens e mulheres.
A ideologia de gênero propaga que os papéis dos homens e das mulheres foram socialmente construídos e que tais padrões devem ser desconstruídos. Essa posição não aceita o sexo biológico (macho e fêmea) como fator determinante para a definição dos papéis sociais do homem e da mulher.
Entretanto, as Escrituras Sagradas ensinam com clareza a distinção natural dos sexos (Gn 2:15-25; conforme Pv 31:10-31). Outra consequência lógica dessa ideologia é que a determinação do sexo de uma pessoa agora é definida pelo fator psicológico, bastando ao homem, ou à mulher, aceitarem-se noutro papel.
Além disso, faz-se apologia à prática do homossexualismo e do lesbianismo. Tanto as Escrituras quanto a tradição eclesiástica sempre confrontaram esse tendência humana de inverter os papéis naturais (Rm 1.25-32; Ef 5.22-33).

2. Confusão de identidade para o ser humano.
Os adeptos desta ideologia afirmam que a sexualidade (desejo sexual) e o gênero (homem e mulher) não estão relacionados com o sexo (órgãos genitais). Desse modo, a identidade de gênero e a orientação sexual passam a ser moldadas ao longo da vida. Por exemplo, a criança passa a decidir depois de crescida se quer ser menino ou menina. É o aprofundamento dramático da distorção da natureza humana relatada pelo apóstolo Paulo (Rm 1.26,27). Essa indefinição acerca da própria identidade produz no ser humano um efeito destruidor e provoca nele uma confusão de personalidade, gerando graves problemas de ordem espiritual e psicossocial.
Tal ideologia induz ainda ao pior dos pecados: a insolência da criatura de se rebelar contra o seu Criador (Rm 9:20).

3. Desvalorização do casamento e da família.
A ideia é de que o desaparecimento dos papéis ligado ao sexo provoque um impacto deletério sobre a família. A ideologia de Gênero considera a atração pelo sexo oposto, o casamento e a família estereótipos sociais previamente estabelecidos pela sociedade. Nesse contexto, a primeira instituição amada pelo Criador (Gn 2.24) passa a ser constantemente desvalorizada, criticada e massacrada. Estes e outros males são resultados da depravação humana e sinais da iminente volta do Senhor Jesus (2 Tm 3:1-5).

III - O IDEAL DIVINO QUANTO AOS SEXOS  

1. Criação de dois sexos.
A Bíblia revela que Deus criou dois sexos anatomicamente distintos: "E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou" (Gn 1.27). Portanto, biologicamente o sexo está relacionado aos órgãos genitais e às formas do corpo humano. Assim sendo, os seres humanos nascem pertencendo ao sexo masculino ou ao feminino; o homem, designado por Deus como macho, a mulher como fêmea. Por conseguinte, não podemos alterar a verdade bíblica para acomodar a ideologia de gênero. A cultura humana permanece sob o julgamento de Deus (1Pe 4:17-19).

Gênesis 1:27
Deus criou o homem e a mulher à sua imagem. Nenhum deles tem mais a imagem de Deus do que o outro. Desde o começo, a Bíblia coloca tanto o homem como a mulher no pináculo da criação de Deus. Nenhum dos dois sexos é exaltado acima do outro, nem depreciado.
(Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - página 8).

1 Pedro 4:17,18
Isto não se refere ao juízo final, mas à disciplina refinadora de Deus (Hb 12:7).
(Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - página 1778).

Se adentrarmos pelo caminho da cultura humana deixando a verdade bíblica de lado, como cristãos seremos julgados na terra (disciplinados) por Deus para atentarmos a sua palavra, visto que sua disciplina é um sinal do profundo amor por nós.
Muitos irmãos, estão deixando a verdade bíblica, indo em caminhos que apoiam o homossexualismo, Lesbianismo, ideologia de gênero, aborto, fundando novas denominações ditas "evangélicas" que aceitam tais práticas.
Será que esses irmãos com tais pensamentos ideológicos já não foram disciplinados pelo Senhor ao deixar o caminho da verdade ?
Com certeza o Espírito Santo lhes falou ao coração, mas não deram ouvidos, deixaram ser enganados pelo coração, fazendo vistas grossas, usando textos fora de contextos, para justificar práticas contrarias a Bíblia Sagrada. Deus criou apenas dois sexos (macho e fêmea), não há respaldo bíblico para um troca de papel.

Hebreus 12:11
Podemos responder à disciplina de várias formas:
(1) Podemos aceitá-la com resignação;
(2) Podemos aceitá-la com autopiedade, acreditando que na verdade não a merecemos;
(3) Podemos ficar irados e ressentidos com Deus; ou
(4) Podemos aceitá-la com gratidão, como a resposta adequada que devemos dar a um Pai amoroso.
(Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - página 1805).

2. Casamento monogâmico e heterossexual.
Ao instituir o casamento Deus ordenou: "deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne" (Gn 2:24). isto significa que a união monogâmica (um homem e uma mulher) e heterossexual (um macho e uma fêmea) sempre fez parte da criação original de Deus. A diferença dos sexos visa à complementaridade mútua na união conjugal: "nem o varão é sem a mulher, nem a mulher, sem o varão" (1Co 11.11). Assim, mudam-se as culturas e os costumes, mas a Palavra de Deus permanece inalterável (Mt 24.35)
A criação de Deus de um homem e uma mulher para serem marido e esposa é o padrão ou paradigma para a sanção de Deus das relações sexuais normais, morais e abençoadas. “A união do matrimônio é ordenada por Deus, e estes preceitos sagrados não devem ser poluídos pela intromissão de uma terceira parte, de qualquer sexo” (F.F. Bruce).
Jesus Cristo citou Gênesis 2:24 como uma prova clara de que a poligamia (ter mais de uma esposa) e o divórcio (exceto em caso de adultério) são condenados por Deus (Mt. 19:5). O apóstolo Paulo, escrevendo sob inspiração do Espírito Santo, disse que há somente uma saída moral e legítima para o caminho deixado por Deus para o sexo – o casamento (1 Cor. 7:2). Monogâmico e heterossexual, o casamento é a única maneira de se ter sexo sem pecado e culpa. “Honrado entre todos seja o matrimônio, e o leito [matrimonial] sem mácula; mas Deus irá os fornicadores e adúlteros” (Heb. 13:4 [todas as versões NKJV]). Qualquer coisa contrária a ordenança da criação do casamento entre um homem e uma mulher é pecaminoso e inaceitável perante Deus. A Bíblia condena toda atividade sexual fora do casamento monogâmico e heterossexual: homossexualismo, sexo antes do casamento, poligamia, adultério, bestialismo e assim por diante. “Não deixeis que vos enganem com palavras vãs,” diz Paulo, “porque é em razão destas coisas sobrevêm a ira de Deus sobre os filhos da desobediência” (Ef. 5:6).
(Trecho do Texto de Brian Schwertley - Tradução Márcio Santana Sobrinho, Link do texto completo no material de apoio, Fonte : http://www.monergismo.com/).

Gênesis 2:24
Deus deu o casamento como um  dom a Adão. Eles foram criados como seres perfeitos, um para o outro. O casamento não era apenas por conveniência, nem foi inventado por alguma cultura particular. Ele foi instituído por Deus, e tem três aspectos básicos:
(1) O homem deixa seus pais e, em um ato público, promete-se à sua esposa
(2) O homem e a mulher são unidos, assumindo a responsabilidade pelo bem-estar do outro, e amando, um ao outro, acima de todas as demais pessoas
(3) Os dois são unidos, em uma só pessoa, na intimidade e no compromisso da união sexual, que é reservada apenas para o casamento.
Os casamentos sólidos incluem esses três aspectos.
(Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal - CPAD - página 10).


3. Educação dos filhos com distinção dos sexos.
Educar não consiste apenas em suprir os meios de subsistência e proporcionar o bem-estar necessário à família. Cabe também aos pais educar os filhos na admoestação do Senhor (Ef 6.4), promover o diálogo e o amor mútuo no lar (Ef 6:12). A família cristã não pode perder a referência bíblica na educação de seus filhos. Por exemplo explicar e orientá-los do que homens e mulheres possuem órgãos sexuais distintos, fisiologia diferente e personalidades díspares é responsabilidade dos pais. Sigamos, pois, com respeito às pessoas, não discriminando-as, mas se posicionando com toda firmeza na distinção de homem e mulher e na coibição da inoportuna ideia de "luta de gêneros" (Gn 1.27; 1Co 11.11,12; Ef 5.22-25).

CONCLUSÃO
A Ideologia de Gênero pretende relativizar a verdade bíblica e impor ao cidadão o que deve ser considerado ideal. Acuada parcela da sociedade não esboça reação e o mal vem sendo propagado. No entanto, a igreja não pode fechar os olhos para a inversão dos valores. Os cristãos precisam reagir e "batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos" (Jd v.3)

PARA REFLETIR
A respeito do tema "Ética Cristã" e "Ideologia de Gênero", responda:

1 - O que significa ideologia ?
Ideologia significa qualquer conjunto de ideias que se propõe a orientar o comportamento, a maneira de pensar e de agir das pessoas, seja individual ou socialmente.

2 - O que os ideólogos afirmam sobre os gêneros masculino e feminino ?
Os ideólogos afirmam que os gêneros - masculino e feminino - são construções histórico-culturais impostas pela sociedade.

3 - Cite as três consequências da ideologia de gênero.
Troca de papéis entre homens e mulheres; confusão de identidade para o ser humano; desvalorização do casamento e da família.

4 - Destaque quais elementos constituem o ideal divino quanto aos sexos.
Criação dos dois sexos; casamento monogâmico e heterossexual; Educação dos filhos com distinção dos sexos.

5 - O que pretende a ideologia de gênero ?
A ideologia de Gênero pretende relativizar a verdade bíblica e impor ao cidadão o que deve ser considerado ideal.

BIBLIOGRAFIA
Bíblia Sagrada - Thompson - Edição Contemporânea - Editora VIDA, 2000
Fonte: CPAD, Revista, Lições Bíblicas Adultos, Valores Cristãos - Enfrentando as questões morais de nosso tempo, Comentarista Pr. Douglas Baptista, 2 Trimestre 2018.

                              AGORA VAMOS A VÍDEO AULA SOBRE ESTA LIÇÃO.  TENHA BOM ESTUDO !                             
Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.








                                                                                                                                                                            
[     

Olá, estimado professor, segue abaixo material de apoio que o mesmo possa adicionar mais conteúdo para a sua aula. 

Primeiramente, indico abaixo o texto bem elaborado de Brian Schwertley
Clique Aqui - Homossexualismo: Uma Análise Bíblica

Professor, que esta lição nos sirva de alerta, muitos "evangélicos" estão tentando implementar um cultura ideológica não apoiada na Bíblia, dentro das igrejas, isso vem ganhando forças com a eminente volta de Jesus.
Até pouco tempo o divórcio cuja causa não era por "infidelidade conjugal" não tinha respaldo nas denominações evangélicas, hoje denominações como a AD Madureira já consente o divórcio para pastores e lideres, visto que nenhum deles poderão ser destituídos de seus respectivos cargos por motivo de divórcio, conforme matéria abaixo, é preciso cuidado para que a igreja não comece a aderir favoravelmente também as ideologias seculares tão combatidas na Bíblia Sagrada :
Clique Aqui - Assembleia de Deus Madureira libera divórcio para pastores e líderes

Desde a fundação da primeira Igreja "evangélica" homossexual denominada "Igreja Contemporânea Cristã" o número de denominações que apoiam o casamento de duas pessoas do mesmo sexo não para de crescer.
Em alguns países como EUA, existem igrejas evangélicas tradicionais que já fazem casamentos entre duas pessoas do mesmo sexo. Não podemos permitir que isso venha acontecer nas nossas denominações aqui no Brasil, veja esta matéria :

Antes de Assistir os vídeos, se a radio do site estiver tocando, suba a página até a radio e 
toque no vídeo da musica que estiver tocando para interromper o som.

Vídeo : Primeira Igreja Evangélica Gay
Tempo : 6:13 


                                                                                                                                                                            

Nenhum comentário:

Postar um comentário