Total de visualizações de página

sábado, 26 de dezembro de 2015

Lição 13 - José, a Realidade de um Sonho

                                                                                         
Objetivo Geral
Saber que os sonhos de José foram concedidos pelo Senhor

Introdução
Nesta lição estudaremos a respeito da vida de José. José foi um sonhador. Pelos seus sonhos foi lançado em uma cova e vendido como escravo e pelas interpretações de alguns sonhos se tornou o governador do Egito em um palácio. Deus usou José para garantir a sobrevivência da nação de Israel. José viveu alguns momentos difíceis mas soube esperar em Deus com paciência. José era Bisneto de Abraão, neto de Isaque, filho de Jacó, e a semelhança destes ele também teve profundas experiências com Deus. A seu modo, era um profeta e um especialista em sonhos. Em (Gn 37:7), José teve sonhos que apontavam que um dia o seus irmãos dobrariam o joelho diante dele, fato que ocorreu quando ele se tornou governador do Egito.A história de José nos mostra que é Deus quem estabelece alguns sonhos no coração do homem. Bom Estudo!

Leitura Bíblica em Classe
  Gênesis 14:12-20
1 - Então, José não se podia conter diante de todos os que estavam com ele; e clamou: Fazei sair daqui a todo o varão; e ninguém ficou com ele quando José se deu a conhecer a seus irmãos.
2 - E levantou a sua voz com choro, de maneira que os egípcios o ouviam, e a casa de Faraó o ouviu.
3 - E disse José a seus irmãos: Eu sou José, vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, porque estavam pasmados diante da sua face
4 - E disse José a seus irmãos: Peço-vos, chegai-vos a mim. E chegaram-se. Então disse ele: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito.
5 - Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me havesdes vendido para cá; porque, para conservação da vida, Deus me enviou diante da vossa face.
6 - Porque já houve dois anos de fome no meio da terra, e ainda restam cinco anos em que não haverá lavoura nem sega.
7 - Pelo que Deus me enviou diante da vossa face, para conservar vossa sucessão na terra e para guardar-vos em vida por um grande livramento.
8 - Assim, não fostes vós que me enviastes para cá, senão Deus, que me tem posto por pai de Faraó, e por senhor de toda a sua casa, e como reagente em toda a terra do Egito.

                              Marcações Resumidas e  Importantes desta Aula.                                    

                             
                         
                                                A História de José. 
                                       Um Escravo chamado José.
José era o filho mais querido de Jacó, e isto somado aos sonhos que o colocava acima de seus irmãos despertava uma certa inveja e ciúme nos seus irmãos. Este fato fez com que José fosse parar em uma cova e fosse vendido a uns mercadores ismaelitas por vinte siclos de prata. José era um jovem que era fiel à Deus e isto fazia com que prosperasse até mesmo na servidão. Quem serve a Deus prospera em qualquer circunstância (Sl 1:3). José se tornou servo trabalhando na casa de Potifar e tudo onde colocava a mão prosperava. Por ser um jovem formoso, não demorou a ser cobiçado pela esposa de Potifar, por ser fiel ao seu amo, correu da esposa de Potifar para não pecar e deixou-lhes as vestes nas mãos daquela mulher e fugiu nu (Gn 39:10-12). Só um homem revestido da graça de Deus é capaz de semelhança reação. Vendo-se rejeitada, a mulher acusa-o de querer força-la. Foi quando Potifar, a fim de salvar as aparências, manda-o à prisão. Apesar do Cárcere, José é bem-sucedido. Por isso, o carcereiro-mor entrega-lhe o cuidado dos outros presos pois "tudo o que ele fazia o Senhor prosperava" (Gn 39:23).

Um Lugar de Refúgio para Israel
José não se limitava a sonhar; também interpretava sonhos. O Seu Ministério era parecido com o de Daniel.
Na prisão José foi designado a cuidar pessoalmente de dois assessores de Faraó, um copeiro-mor que foi restituído ao cargo e um padeiro-mor que foi enforcado, ambos tiveram seus sonhos interpretados por José.
Passados dois anos, Faraó teve sonhos que o perturbava e que ninguém conseguia interpretar, por indicação do copeiro-mor, José foi levado até Faraó e fez interpretação do sonho de Faraó, haveria sete anos de fatura no Egito e depois haveria sete anos  onde haveria fome sobre a terra. Faraó diante da sabedoria em José, o promoveu para primeiro-ministro do Egito. Foi como primeiro-ministro do Egito (ou governador) que José acolheu a família. Perdoou as ofensas de seus irmãos, encontrou-se com o filho pai Jacó ( que pensava que ele estava morto ). José instala seus familiares na terra de Gósen no Egito, onde os sustenta. E, ali, distante da influência dos cananeus e dos egípcios, os hebreus puderam desenvolver-se até se tornarem uma grande e poderosa nação (Êx 1:6,7). Agora se entende que José foi usado pelo Senhor para providenciar livramento para sua família e para o povo de Deus. No capítulo 39 de Gênesis está escrito que "o Senhor estava com José". José honrava ao Senhor e o Senhor honrava a José.

Referências Utilizadas no Estudo
Bíblia Sagrada - Thompson - Edição Contemporânea - Editora VIDA, 2000
Revista Lições Bíblicas Adultos - 4 Trimestre 2015 - Editora CPAD, 2015, p.90-96

Nenhum comentário:

Postar um comentário